Thursday, November 10, 2005

em favor da vida

acho que todas as coisas
todos os filmes
todas as músicas
todos os heróis
todos os mártires
(ah, os mártires...)
todos
defendem a vida
a arte defende a vida
o amor defende a vida

porque, afinal,
já tem gente demais
defendendo a morte
mesmo sem querer.

o fato é que a morte não precisa de defesa.
ela é a única grande certeza que a gente tem.
não...
não a única.
tem outra:
estamos vivos.
é preciso estar vivo para morrer.
é preciso saber o que é estar feliz
para se sentir triste.
é preciso.
tudo é um joguinho ridículo de oposições.

Humphrey Bogart fez a vida assim.
Sorrindo enquanto, pouco a pouco,
a morte vem lamber a sola de suas botas.
ele olha a morte nos olhos e desafia
“vem pegar”.

não dá pra agredir a morte.
não é agressão.
é legítima defesa.

por outro lado, a vida
é frágil como uma borboleta no olho do furacão. Posted by Picasa

0 Comments:

Post a Comment

<< Home